Resenha: O segredo da condessa – Josephine Hale




Inglaterra, 1878

A jovem e insegura aristocrata, Lady Tatiana, foi educada praticamente toda a sua vida em um colégio de freiras, de onde saiu apenas para se casar com Frederick Hogan, o sexto Conde de Allencourt, capitão da Marinha Real. Apesar de o casamento ter sido arranjado pelos pais da donzela, com o passar dos anos, ela se descobre completamente apaixonada pelo próprio marido. No entanto, os repressores costumes e as regras rígidas da sociedade vitoriana a impedem de abrir seu coração e demonstrar a força de seu desejo para o homem que ama.
Inesperadamente, a terna condessa vê seus sonhos serem despedaçados ao descobrir que seu marido, a quem julgava ser um perfeito cavalheiro, está tendo um romance clandestino com a bela e vanguardista Emmeline Bechard, a filha de uma modista renomada de Paris.
Ferida e magoada, Lady Tatiana aproveita a ausência do marido, que partiu para mais uma missão no mar, e refugia-se no campo, onde, a mercê de um coração consternado pela dor da traição, se vê cativa das armadilhas impostas pelo destino e percorre caminhos tortuosos que podem manchar sua reputação para sempre.


Um romance de época envolvente que nos mostra como sentimentos são importantes e devem ser demonstrados.


Somos apresentados à lady Tatiana uma jovem que estudou em um convento e aprendeu a reprimir seus desejos e demonstrações de afeto e amor aprendendo a se esconder em nome das boas maneiras da sociedade. Ela é prometida a um casamento com Frederick, conde de Allencourt, oficial da marinha. Após algum tempo de casada Tatiana começa então a sentir que o casamento não é tão ruim quanto parece e se atenta ao conde que além de lindo tem um caráter honrável.
Tatiana sofre por não saber como lidar com esses sentimentos crescentes e com o desejo pelo marido, tem medo de ser julgada e de não ser correspondida nos sentimentos e por saber pouco sobre a vida de casada acaba por não conversar com o marido deixando tudo ainda mais difícil. Para completar, ela começa a experimentar algo impensável e pela imaturidade acaba por abalar a sua relação com o conde, o ciúme, estremecendo essa relação e aliada a uma possível traição do marido ela resolve passar um tempo no campo com o objetivo de colocar seus pensamentos em ordem. O conde também não sabe como agir apesar de adorar e querer está ao lado da esposa tem medo por ela não está preparada para aproveitar todo o desejo que este sente e acaba por se afastar também por questões de trabalho.
Nessa situação de separação forçada, temos alguns acontecimentos inusitados, visitas inesperadas, e surgem alguns mistérios e segredos que colocam a culpa no centro desse relacionamento, porém conforme o tempo passa percebemos como os protagonistas amadurecem, perdem preconceitos e se permitem acreditar no amor e vivenciar seus desejos. Os capítulos são fluidos ora com a perspectiva da mocinha ou mocinho da história e ainda somos apresentados a personagens secundários cativantes que ajudam a tecer a trama e são de fundamental importância no desenrolar da história. Temos inseguranças e inexperiências que rondam o casal, mas também compreensão e uma relação a ser construída aos poucos.
O livro é o primeiro da duologia Segredos e a sequência o Marquês dos Campos de Lavanda ainda não tem data para ser publicado, mas pode ser conferida a sinopse na conta do wattpad da autora.

Comentários