Música: Camila Gallardo - Ven



Espaço para mais uma cantora chilena, dessa vez a Camila Gallardo, ex The Voice Chile, com essa voz que encanta e emociona, grutal, conheci há pouco tempo e estou amando.
Seu mais recente vídeo estreou à meia-noite de hoje e chama-se VEN. Aqui vai minha análise da canção e video clip: Com uma mensagem muito forte por trás penso que o vídeo é lindo, nos transportando a um lugar novo através da canção e paisagem que se completa e nos fazem sentir a sua essência. Achei dolorosa, me provocando algumas lágrimas. Entendi que isso é sobre uma alma, pessoa cansada, sem forças e pede para partir, que venha outra pessoa e a faça dormir e sair do sofrimento a abraçando e envolvendo-a por completo. Uma espécie de morte na qual ela e outro ser irão se encontrar em um lugar mais calmo, e ela viverá em paz e não mais sozinha.
A música foi escrita em colaboração com a Francisca Valenzuela e o video clip gravado em Tierra del Fuego
Letra
Es que hoy estoy cansada
Es que hoy me siento débil
No me puedo encontrar
Fuerzas para lo que viene
Y tus brazos me recogen
En silencio, me envuelven
Son como mi gravedad
Lo que dolía ya no duele

Hoy, te vengo a pedir
Te vengo a pedir
Que me hagas dormir
Te vengo a pedir, te vengo a pedir

Ven, dime que estará todo bien
Ven, recorre mi piel
Cuidado con las cicatrices de ayer
No quiero sola hacerlo esta vez
Así que ven, ven, ven

Así que ven, ven, ven

Encontremos un lugar
De los dos y nadie más
Un mundo nuevo pa' bailar
Mira como nuestras sombras van bailando el vals


Hoy, te vengo a pedir
Te vengo a pedir
Que me hagas dormir
Te vengo a pedir, te vengo a pedir

Ven, dime que estará todo bien
Ven, recorre mi piel
Cuidado con las cicatrices de ayer
No quiero sola hacerlo esta vez
Así que ven, ven

Ven, ven

Ven, dime que estará todo bien
Ven, recorre mi piel
Cuidado con las cicatrices de ayer
No quiero sola hacerlo esta vez
Tradução
Estou cansado hoje
Hoje me sinto fraca
Não consigo encontrar
Forças para o que vem
E seus braços me pegam
Em silêncio, eles me envolvem
Eles são como minha gravidade
O que mais machucava já não dói

Hoje, venho te pedir
Eu venho te pedir
Deixe-me dormir
Eu venho te pedir, eu venho te pedir

Venha, me diga que tudo estará bem
Venha, passe pela minha pele
Cuidado com as cicatrizes de ontem
Eu não quero fazê-lo sozinho desta vez
Então venha, venha, venha

Então venha, venha, venha

Vamos encontrar um lugar
Dos dois e de mais ninguém
Um novo mundo para dançar
Veja como nossas sombras estão dançando a valsa

Hoje, venho te pedir
Eu venho te pedir
Deixe-me dormir
Eu venho te pedir, eu venho te pedir

Venha, me diga que tudo estará bem
Venha, passe pela minha pele
Cuidado com as cicatrizes de ontem
Eu não quero fazê-lo sozinho desta vez
Então venha, venha

Vem vem

Venha, me diga que tudo estará bem
Venha, passe pela minha pele
Cuidado com as cicatrizes de ontem
Eu não quero fazê-lo sozinho desta vez

Comentários