Resenha: "Ela é uma Fera" - Marina Carvalho




No interior de Minas Gerais, Clara, uma menina de traços delicados, rosto de porcelana e cabelos dourados tem muitos admiradores, inclusive Henrique, o menino mais popular da escola que fará de tudo pra poder sair com ela, inclusive trapacear... É que o pai de Clara colocou na cabeça que sua filha mais nova só poderá sair com um menino depois que sua filha mais velha, Carolina, arrumar um namorado. Parece simples: basta que Henrique arrume um “namorado” para Carol e siga com seu sonho de ficar com Clara. Determinado, Henrique arruma o tal namorado para Carol: Pedro, o badboy. Mas o que nem Henrique, nem Clara, nem Pedro imaginavam é que a intragável Carol iria se comportar como uma insuportável ao lado de Pedro — e jogar água em todos os planos de romance de Henrique e Clara. Caberá a Pedro dar um bom resultado a esta situação, mas será que ele vai conseguir conquistar o coração de gelo de Carol e, finalmente, domar a megera? Ela é uma fera! é uma releitura escrita pela autora Marina Carvalho do clássico A Megera Domada de William Shakespeare
Da Megera Domada de William Shakespeare, a Marina Carvalho apresenta “Ela é uma Fera” uma releitura descontraída, moderna e jovem desse clássico.


Você já deve ter ouvido essa história em algum lugar, afinal já foram várias releituras da Catarina e Petrucchio. E uma das mais famosas é um filme adolescente de 1999, “10 coisa que eu odeio em você” , que traz a história bem parecida com a do livro, com algumas diferenças pontuais. A trama se passa no Brasil com jovens ambientada na escola e universidade, e mostra o relacionamento entre irmãs opostas, que vivem discutindo e moram com o pai desde que a mãe as abandonou.  A mais velha, Carolina, é a megera, insuportável, marrenta com gênio forte e  decidida, sabe bem o que quer e o que não quer principalmente, tida como uma carrasca, antissocial está na universidade e tem certa independência quando comparada com a irmã caçula, Clara, uma jovem doce , encantadora, ingênua, popular e muito cobiçada por todos garotos da escola.  O problema é que o pai super protetor a impede de namorar e ter uma vida de adolescente normal a menos que a mais velha também namore o que todos consideram impossível. Até que surgem dois garotos que tentam se aproximar da Clara com segunda intenções , um deles quer algo sério e tenta ajudar a garota, o Lucas. O outro, Henrique, é mau-caráter filhinho de papai e paga a um vizinho bad-boy, Pedro, para conseguir fazer a Carolina se apaixonar e assim possa ter o caminho livre para Clara. É claro que o Pedro vai se apaixonar de verdade e aí vai gerar aquele climão quando a verdade vem à tona.

  
 Em alguns aspectos do livro acho que autora poderia ter trabalhado melhor ou estendido mais a história principalmente nos flertes e sedução e no desenvolvimento amoroso dos casais, acho que as situações foram muito rápidas e eu queria mais. Porém entendi que a autora escolheu contar uma história mais leve e super rápida de se ler, além de divertida com um contexto diferente e jovem.
Um recurso bem interessante é que em cada início de capítulo tem um trecho da obra original de Shakespeare trazendo a essência do que o capítulo vai apresentar, sabe? com alguma relação. Gostei também que todas as personagens têm voz, todas apresentam sua opinião e vontade na narrativa, e a redenção do Pedro que a autora apresenta de maneira bem clichê, mas ficou bem legal.
No geral o livro é bem levinho e divertido e ainda traz umas aulas de Shakespeare com seus  incríveis sonetos que nos fazem suspirar.

Trailer do filme 10 coisas que eu odeio em você 



Comentários